MATADOURO (2010) é a terceira e última parte de uma trilogia iniciada por Marcelo Evelin/Demolition Inc. em 2003 na Holanda com o espetáculo "Sertão", seguido de "Bull Dancing" criado em 2006 no Brasil.

 

A trilogia elabora-se em torno de questões relacionadas a uma identidade territorial e cultural deslocada, e ao dilema racionalidade versus animalidade no homem contemporâneo, tomando emprestado para cada peça uma parte do romance "Os Sertões" de Euclides da Cunha, respectivamente A Terra, O Homem, A Luta.

 

MATADOURO investiga o corpo como metáfora de um campo de batalha em que as lutam travadas entre o oficial e o marginal, entre selvageria e civilidade, entre o território e o mundo globalizado, o lançam no espaço subjetivo e intermediário do “entre”. O espetáculo incorpora a luta em seu estado limite - resistindo não contra, mas a favor - através de uma ação contínua, acompanhada pelo Quinteto em C Maior de Franz Schubert. Nem lá, nem cá, o indivíduo avança na tensão entre seguir e desistir.

 

ficha técnica

 

Criado e performado por Allexandre Santos, Andrez Lean Ghizze, Cipó Alvarenga, Fagão Silva, Izabelle Frota, Jaap Lindjer, Jacob Alves, Josh S., Kayo Arruda, Layane Holanda, Marcelo Evelin, Regina Veloso, Sérgio Caddah, Silvia Soter.

outros textos

Matadouro - Teatro Municipal do Porto - Rivoli . Campo Alegre.

Matadouro live

Marcelo Evelin / Demolition Inc + Hugo Wolf Quartett

Wiener Festwochen

Junho 2019

demolitionIncorporada.com

  • Facebook Black Round
  • Vimeo Black Round