Uma semana de trabalho com o coreógrafo Marcelo Evelin


Uma investigação coreográfica a partir das estratégias, procedimentos, práticas, abordagens e referências, utilizadas nas criações da Plataforma Demolition Incorporada nos últimos anos.

Uma experiência de convívio atravessada por prática física e discussão conceitual em um ambiente de troca e agenciamento.

A Residência Artística acontece como compartilhamento de um modo de pesquisa-criação, dentro de um contexto maior intitulado BORRÃO, que ocupará o Campo por 3 semanas de agosto.

A Residência está aberta para artistas, pesquisadores, professores e críticos de arte locais, nacionais e internacionais, interessados em corpo e criação, com alguma experiência na área, maiores de 18 anos.

--> ACONTECE NO CAMPO, EM TERESINA, DO DIA 21 AO DIA 26 DE AGOSTO E ESTÁ ABERTA PARA 12 PARTICIPANTES, QUE SERÃO SELECIONADOS A PARTIR DE UMA BREVE CARTA DE MOTIVAÇÃO E CURRICULUM:


ENVIAR ATÉ MEIA-NOITE* DO DIA 16 DE JULHO PARA campocontato@gmail.com COM SEU NOME, IDADE, CONTATOS E UMA FOTO/SELFIE, QUE NOS APRESENTE A VOCÊ <---
*horário de Brasília

Os participantes selecionados receberão confirmação por email até dia 18/07 e terão 05 dias para confirmar presença a partir da data de nossa comunicação, para que no caso de desistência a vaga seja disponibilizada para outro participante. 


Os candidatos não selecionados receberão notificação após dia 22 de julho.

Durante a Residência o Campo pode oferecer acomodação para 08 pessoas, interessadas na experiência de habitar o espaço de trabalho e conviver com outros artistas. Não há previsão de ajuda de custo para alimentação e transporte (local nem interestadual).

Não será cobrada taxa pela participação na residência. Os participantes são convidados a fazer uma doação em dinheiro ao Campo, para manutenção do espaço. O valor dessa doação fica a critério de cada um e será mantida confidencial.

~-> ESSA RESIDÊNCIA TEM COMO UM DOS OBJETIVOS CONTRIBUIR COM SOLUÇÕES FINANCEIRAS TEMPORÁRIAS PARA QUE O CAMPO - gestão e criação em arte contemporânea POSSA CONTINUAR EXISTINDO <-~


#demolitionincorporada #campo #borrao #residenciaartistica

Sobre Marcelo Evelin

Marcelo Evelin nasceu no Piauí em 1962, é coreógrafo, pesquisador e interprete. Vive e trabalha entre Teresina e Amsterdam. Na Europa desde 1986, trabalha com dança contemporânea tendo colaborado com artistas de variadas linguagens em projetos também envolvendo teatro físico, musica, vídeo, instalação e ocupação de espaços específicos. Criador independente com sua Companhia Demolition Incorporada, criada em 1995, ensina na Escola Superior de Mímica de Amsterdam Holanda, onde também orienta estudantes em processos criativos. Orienta workshops e projetos colaborativos em vários países da Europa, Estados Unidos, África, Japão, América do Sul e Brasil, para onde retornou em 2006 e desde então vem atuando também como gestor e curador, tendo implantado em Teresina, o Núcleo do Dirceu, um coletivo de artistas independentes e plataforma de pesquisa e desenvolvimento para as Artes Performáticas Contemporâneas, que coordenou ate 2013. Seus últimos espetáculos, “Matadouro” (2010), e “De Repente Fica Tudo Preto de Gente” (2012) estão sendo apresentados atualmente em teatros e festivais no Brasil e exterior. Sua criação “Batucada”, um acontecimento com 50 interpretes de 14 diferentes países, estreou em 2014 no kunsten Festival des Arts em Bruxelas, foi apresentada no Festival Frankfurter Positionen 2015, em Frankfurt-Alemanha, e também em Teresina, São Luís, Salvador, Rio de Janeiro e Curitiba, além de cidades do interior do Piauí. Em 2016 abriu o CAMPO em Teresina e criou o espetáculo “The Who of Things” para a Companhia Nacional de Dança da Noruega, e recentemente estreou em Bruxelas a nova criação de Demolition Incorporada, Dança Doente, que inicia uma serie de espetáculos pela Alemanha, Holanda, França, Suíça, Portugal, Japão e Brasil.

demolitionIncorporada.com

  • Facebook Black Round
  • Vimeo Black Round